Como montar uma assistência técnica para celular

Como montar uma assistência técnica para celular?

No final de 2015, o então Ministro da Fazenda Nelson Barbosa anunciou que o governo revisaria a plano de benefício fiscal do Programa de inclusão digital. A medida inibe as alíquotas do PIS e Cofins na comercialização de smartphones e outros produtos com tecnologia de informação. Ou seja, tornará ainda mais caro essas mercadorias para os brasileiros. Segundo a consultoria Morgan Stanley apresentada por Mary Meeker na conferência promovida pelo All Things Digital no Canadá em maio de 2013, em relação a quantidade de smartphones, o Brasil ocupa o quarto lugar no ranking mundial. São 70 milhões de aparelhos. O levantamento também estipulou que muitas pessoas desbloqueiam seus celulares até 150 vezes em apenas um dia. A demanda, portanto, pelos celulares inteligentes é muito alta. No entanto, com a extinção governamental de benefícios fiscal para o setor, uma certa desconfiança começou a intimidar os fabricantes e comerciantes do produto no país. Em contrapartida, as assistências técnicas para celulares foram favorecidas. A elevação dos valores retardou a compra de novos Smartphones pela população. A preferência, agora, é a manutenção dos aparelhos, já que sai muito mais em conta. Montar um estabelecimento para conserto de celulares e smartphones, nessas condições, tornou-se um negócio muito promissor. Por isso, vou lhe apresentar um pequeno roteiro muito prático e eficiente de como abrir sua própria assistência técnica para celulares.

Montante:

Praticamente todos empreendimentos, sem dúvidas, necessitam de um investimento inicial. Em sua assistência técnica, não será muito diferente. Há quem diga que esse valor esteja em torno de R$7.000,00 a R$12.000,00. No entanto, esse valor é relativo e pode variar muito. Por exemplo, enquanto algumas pessoas precisam alugar um espaço, outras já possuem.

Franquias:

Uma opção, assim, é o franqueamento. A medida facilita em muito o preparo do seu estabelecimento. Ainda que o custo inicial nessa condição possa sair um pouco mais caro, as franquias fornecem todo amparo necessário para alavancar seu negócio, como equipamentos, instrutores, estoque, materiais para o marketing e outros benefícios.

Ponto comercial:

Um espaço entre 15 a 20 metros quadrados já é o suficiente para realizar o seu trabalho. Uma dica muito interessante para o seu conforto e o de seu cliente é separar o seu local de manutenção da entrada principal. Não esquecendo, claramente, de contratar uma empresa de monitoramento e segurança para o ambiente.

Licenças para funcionamento:

O seu negócio, assim como qualquer outro espaço lucrativo, deverá prestar contas para o governo e demais órgão responsáveis. A etapa mais importante é abrir firma, obter um CNPJ e se certificar com a prefeitura como prestador de serviço. Posteriormente, é extremamente recomendável que você procure um contador de confiança que possa lhe instruir no que se faça necessário.

Qualificação profissional:

Embora esse seja o primeiro grande passo que você deverá concluir para inaugurar sua assistência técnica de celulares, decidi explica-lo com mais riqueza no final para ressaltar sua importância. Afinal, uma qualificação de excelência pode ser seu diferencial no mercado e até mesmo tornar-se uma estratégia de marketing para seu negócio. Atente-se, assim, quanto a qualidade da instituição que você escolherá para sua capacitação. Os cursos podem variar entre R$300,00 a R$1.400,00 de acordo com as especificações e o nível de aprofundamento. No entanto, tenho uma excelente dica, para alavancar seu empreendimento, o curso para consertar celular que de forma muito simples, prática, eficiente e objetiva lhe ensinará a atuar com agilidade nos mais diversos problemas que os aparelhos de smartphones podem apresentar. Sendo assim, espero que essas dicas ajudem e motivem você a consolidar sua assistência técnica para celulares e smartphones. Para assim, contribuir com sua estabilidade e seu sucesso no mercado de trabalho.